quarta-feira, 8 de julho de 2015

AS EXPLICAÇÕES PARA PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE HOMENS E MULHERES

Quando se fala na diferença entre homem e mulher, dois pontos são levantados em conta o lado intelectual e sentimental.

Diferenças básicas 
1. O homem é mais frio, a mulher mais emotiva. 
2. O homem tende a ser mais objetivo, a mulher prefere algo mais complexa. 
3. O homem não gosta de se prender a um relacionamento, a mulher busca de uma relação duradoura, em especial o casamento.
4. O homem prefere não se ligar sentimentalmente a outras pessoas, a mulher busca estabelecer laços mais sentimentais. 
5. O homem prefere passar mais tempo com os amigo, a mulher  gosta de passar maior parte de seu tempo com o companheiro. 
6. O homem não demonstra afetividade em público, a mulher quer mostrar a todos o que sente.
7. O homem não olha para detalhes, a mulher é mais detalhista.
8. O homem é direto no uso das palavras, a mulher é mais complexa e cheia de emoção.

Mas quais seria a razão para tanta diferença?

Para alguns estudiosos essa diferença pode ser explicada geneticamente, para outros há diversos fatores envolvidos, principalmente o comportamental.

Vejamos algumas explicações:

Diferenças provadas cientificamente e suas possíveis causas
1. A mulher tem menos fantasia sexual que o homem
Segundo uma pesquisa espanhola, apenas 48% das mulheres recorre com frequência às fantasias sexuais para alcançar estados de excitação. 

Para os homens esse índice sobe a 71%. Segundo algumas teorias, essa diferença se explica através de razões evolutivas: as fantasias mantinham os homens mais prontos a agarrar as oportunidades de acasalamento.

2. A mulher tem uma capacidade maior de perdoar
A capacidade de perdoar é muito maior nas mulheres. 

Os homens, em geral, sentem maior dificuldade para perdoar quem os ofende ou perturba, e se mostram mais vingativos. 

Tal comportamento viria da menor empatia dos machos na relação com o próximo.

A maior tolerância das mulheres depende muito também do fato que elas são habituadas, desde a infância, a colocar-se na pele do outro, desenvolvendo por isso uma maior empatia. 

Mas qual é o peso relativo da educação em relação às características inatas, é uma questão que ainda não foi avaliada.

3. A mulher tem uma capacidade maior de reconhecer rostos 
As mulheres prestam mais atenção aos rostos e às expressões faciais das pessoas do que os homens. 
Elas costumam parar e dar um tempo para observar os rostos e reconhecê-los, sobretudo se pertencem a amigos e familiares. 

Estudos precedentes já tinham evidenciado que as zonas do cérebro envolvidas no reconhecimento dos rostos são influenciadas pelos hormônios. 

Mas ainda não está claro de que modo isso acontece. 

O estudo mais aprofundado dessas diferenças poderá ajudar a compreender alguns distúrbios graves como o autismo, moléstia que ataca mais os homens do que as mulheres.

4. A mulher é menos solidária para com outra mulher que o homem para com outro homem
As mulheres são menos colaborativas do que os homens. Um estudo da Harvard University, publicado na revista Current Biology, examinou a questão da colaboração em 50 instituições do mundo acadêmico dos Estados Unidos e do Canadá.

Resultado: mulheres e homens são igualmente colaborativos com colegas do mesmo sexo quando eles se encontram no mesmo patamar hierárquico; mas quando entra em jogo o fator hierarquia a proverbial solidariedade feminina vacila em relação à manifestada pelos homens.

5. O homem reage diferente da mulher quando se encontra estressado
Homens e mulheres reagem de maneira diferente ao estresse. 

Os primeiros recorrem mais facilmente ao consolo do álcool, sobretudo em situações geradoras de ansiedade. Segundo uma pesquisa, a glicose presente no sangue fornece a energia necessária para se enfrentar as tarefas estressantes. 

Mas exauridas essas “reservas” naturais, os homens têm mais dificuldade para manter o controle e se entregam ao álcool. 

O mesmo não acontece com as mulheres, que seriam naturalmente menos inclinadas à bebida.

6. A mulher é mais intuitiva e tem maior sentido de orientação
Por que os homens hesitam tanto antes de pedir uma orientação de endereço, e as mulheres o fazem com tanta facilidade? Talvez tudo dependa da sua “memória vetorial”.

Quando se chega a um novo lugar (por exemplo, uma cidade desconhecida) as mulheres usam mais os pontos de referência observados ao longo do caminho. 

Os homens, por seu lado, empregam uma estratégia chamada “memória vetorial”: recordam a direção na qual o seu corpo se moveu e por quanto tempo durou esse movimento.

Devendo guiar, por exemplo, até a nova casa de um amigo, uma mulher se lembrará que deve chegar até uma padaria, virar à esquerda, e depois virar à direita quando chegar a um jornaleiro. 

Um homem andará em frente durante cinco minutos, depois tomará a esquerda e seguirá durante 3 minutos, antes de tomar a direita.

As duas estratégias foram verificadas por pesquisadores da Rochester University (EUA), pedindo a estudantes de ambos os sexos que entrassem em um labirinto. 

Quando o percurso era rico de pontos de referência, as moças demonstravam maior habilidade para encontrar a saída; mas quando as paredes do labirinto eram todas iguais, a dificuldade de orientação era a mesma para rapazes e moças.

7. A mulher gosta mais de cores presentes na natureza, como rosa, vermelho, amarela, etc 
Uma pesquisa feita pela Newcastle University (GB) provou que as mulheres gostam muito mais da cor rosa do que os homens. 

O fenômeno tem origens ancestrais: a subsistência dos nossos antepassados, com efeito, se baseava na caça, responsabilidade dos homens, e a colheita, da qual se ocupavam as mulheres.

 Isso teria desenvolvido nelas uma maior sensibilidade para as cores avermelhadas e rosadas, típicas dos frutos maduros.

 O azul, por seu lado, agrada igualmente a homens e mulheres, por ser a cor do céu sereno e porque assinala a presença de fontes de água.

8.  O belo para mulher, nem sempre é o belo para o homem
Uma das maiores diferenças encontradas entre homens e mulheres diz respeito ao sentido da beleza.
 Ele é muito diferente segundo o caso. 

Tão diferente que nos dois sexos está associado a atividades cerebrais de duas áreas distintas. Isso está confirmado por estudos comportamentais e também por uma pesquisa sobre o cérebro levada a cabo por uma equipe de cientistas.

 A visão de obras de arte, de paisagens agradáveis, de “coisas belas” em geral, ativa zonas diversas do cérebro em machos e fêmeas. 

Enquanto nas mulheres a visão de “coisas bonitas” ativa ambas as áreas parietais do cérebro, no homem ela ativa apenas o lado direito do córtex.

Essa diferença pode ser consequência da própria evolução, remontando à era quando homens e macacos começaram a se diferenciar. 

9. A mulher é mais prudente que o homem
Por prudência, responsabilidade e segurança a mulher demonstra ser melhor ao volante de um veículo do que o homem. 

Motivo? 

A maior quantidade de estrogênios presentes na mulher poderia influenciar positivamente a atividade neuronal dos lobos frontais, ou seja a zona onde acontece o aprendizado das regras e o controle da atenção e dos reflexos.

A testosterona, ao contrário, prevalente no organismo masculino, induziria os homens ao volante a se deixar levar por comportamentos arriscados, mais impulsivos e, portanto, pouco prudentes.

10. A mulher fala e se expressa melhor que o homem
A fisiologia cerebral nos dois sexos é diversa, em alguns casos muito diversos.  

Além disso, as células nervosas femininas funcionam de modo diferente. 

Por exemplo, no cérebro dos homens o centro da palavra se encontra no hemisfério esquerdo, e o centro da orientação espacial sobretudo no direito. 

Nas mulheres não existe essa separação: os hemisférios não coligados por um número muito maior de células.

Talvez por isso as mulheres possuem uma melhor memória verbal (recordam bem as palavras lidas em uma lista) e um discurso mais fluente (conseguem, por exemplo, dizer um número muito maior de palavras que começam com a mesma letra).

Os homens, por seu lado, gaguejam mais facilmente (os gagos homens são quatro vezes mais numerosos). 

Em compensação, já aos 4 anos de idade são mais aptos do que suas coetâneas para imaginar um sólido geométrico que gira no espaço.

11. No perigo o homem sabe o que fazer, a mulher nem sempre
Diante de situações perigosas, os homens são mais propensos à ação, enquanto as mulheres dedicam mais tempo à identificação dos sentimentos suscitados pelo estímulo que o perigo representa. 

Ou seja, a mulher se deixa mais facilmente dominar pela emoção, enquanto para o homem é mais fácil manter-se frio para tentar dominar a situação ou, se for o caso, fugir em corrida desabalada.

12. A mulher é mais sensível, quanto aos sentidos
Os cinco sentidos não funcionam da mesma maneira para homens e mulheres.

Olfato: a capacidade de distinguir e recordar os odores é mais desenvolvida nas mulheres, por causa da conformação do corpo caloso (estrutura nervosa que une os dois hemisférios cerebrais).

Visão: a memória visual é privilégio feminino. As mulheres recordam melhor uma fisionomia, a disposição dos objetos sobre uma mesa, e assim por diante.

Audição: Aqui são os homens que possuem uma capacidade maior de concentração e de exclusão de ruídos de fundo que poderiam incomodar ou distrair. Além disso, os homens ouvem melhor os sons agudos.

Paladar: Os homens possuem na boca um número menor de receptores para o salgado do que as mulheres. Também a percepção do amargo é mais forte nas mulheres.

Tato: As mulheres são melhores para a manipulação de objetos delicados e pequenos. 

Não apenas porque possuem dedos mais finos, mas porque as terminações tácteis são mais sensíveis (sobretudo na fase média do ciclo menstrual).

Postar um comentário