segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

DICAS PARA MELHORAR O RELACIONAMENTO A DOIS



Os relacionamentos podem ser complexos e são precisos dois para trabalhar a relação. 

Ou melhor, não é obrigado todo relacionamento ser complexo ou complicado, pois a ideia que se tem  que todo relacionamento é complicado, quando isso não é verdade.

Outra coisa importante, o tipo de relacionamento depende muito do outro, logo, as vezes uma pessoa tem uma boa intenção, quer acertar mas o outro não permite, nesse caso, o relacionamento vai ser sempre complexo.

Mas existem processos relativamente simples que podem fazer toda a diferença numa relação de casal. 

Vejam algumas dicas que podem ajudar a tornar um relacionamento mais saudável:

Busque o momento certo para o dialogo, ou conversa
Aqui é o ponto básico para o bom entendimento entre duas pessoas que querem se acertar.

Nunca se deve buscar uma conversa quando o outro estiver em crise.

Aprenda a elogiar e agradecer 
Faça pelo menos dois comentários positivos todos os dias ao seu companheiro e revele os detalhes sobre o que admira na pessoa. 

Certifique-se de que os seus comentários positivos excedem os críticos por uma margem saudável.

Aprenda a escutar o outro
O maior dom que pode dar ao seu parceiro é escutar de todo o coração. Solte a atitude defensiva e ouça com compreensão, sem interromper ou contra-atacar. Reserve a sua defesa para outra conversa.

Valorize-se, mas não deixe de valorizar o outro
Conecte-se com amigos e família, persiga os seus próprios interesses. Se a sua energia primária não é direcionada para viver a sua própria vida, irá forcar-se mais no seu parceiro de uma forma preocupada ou crítica.

Pratique o perdão e o entendimento
Por vezes ficamos tão centrados na nossa razão e focados na discussão que esquecemos que é a relação de casal que sofre. 

Perdoar significa compreendermos as duas partes e aceitar os defeitos dos dois.

Evite julgar ou fazer acusações
Muitas vezes o relacionamento fica complicado tendo em vista a mania que temos de julgar o companheiro ou companheira, quando não, fazer acusações vazias.

Isso é muito comum no relacionamento entre os casais.

Numa discussão ou diálogo, vá direto ao assunto
Por vezes os casais diluem a discussão entre todos os temas que encontram para se atacarem mutuamente. 

O ideal é ser específico, sucinto, abordar o tema restringindo-se ao mesmo. 

Por vezes, o problema é o grande número de frases acessórias e extras e a intensidade do tom de voz.

Abrande e resuma o seu discurso, reduza o volume e diminua a intensidade.

Aprenda a recuar quando for necessário, saia de cena. 
Sair de uma conversa quando está no extremo da discussão pode ser fundamental, para evitar ouvir ou dizer algo de que depois se arrependa. 

Poderá dizer: “Estarei aqui para ouvir quando pudermos falar com calma e com respeito”.

Mantenha as suas ações congruentes com estas palavras.

Crie regras ou normas
Concordar com regras e limites que cada um deve respeitar é importante para que possam criar o espaço individual dentro da relação.

Trabalhe o relacionamento com a sua família de origem. 
Torne-se um bom observador da sua história familiar, e repare como poderá mudar a sua posição em triângulos e padrões familiares disfuncionais. 

Ficará em terreno mais sólido com o seu parceiro se navegar nos relacionamentos com a sua família de origem com mais criatividade e menos reatividade.

Expresse as suas emoções, diga o que sente
Por vezes os casais concentram-se demasiado em criar argumentos defensivos e racionais. 

A melhor forma de comunicar com o seu companheiro de forma genuína e profunda é expressar as suas emoções para que outro se conecte com as suas reais necessidades.

Não tente mudar o outro
A consumação de uma relação madura implica aceitar as partes do outro que amamos e incorporá-las na nossa vida, e negociar e readaptar as partes que podem estar abertas à tentativa de mudança.

Postar um comentário