sexta-feira, 1 de setembro de 2017

COACHING, UM PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO


O Coaching é uma metodologia de desenvolvimento humano em que se cria um contexto transformacional para o alcance de um estado desejado. (José Roberto Marques).

O Coaching é um processo de desenvolvimento pessoal e profissional, podendo ser aplicado também com bons resultados em equipes, grupos, organizações e empresas.

É um ofício, ou uma atividade econômica ainda não reconhecida pelos órgãos oficiais, mas que tem crescido muito nos últimos anos no mundo e no Brasil.

Por ser uma área nova, existem ainda muitas dúvidas sobre essa nova atividade profissional, portanto de faz necessário alguma considerações para que se possa atender o que seja o Coaching,  sua definição, história, bases teóricas, científicas e métodos de atuação.

DEFINIÇÃO DE COACHING
José Roberto Marques, presidente do IBC – Instituto Brasileiro de Coach define Coaching, da seguinte forma:

“Coaching é um processo com início, meio e fim, definido em comum acordo entre o Coach (profissional) e o Coachee (cliente), qual o Coach apoia o cliente na busca de realizar metas de curto, médio e longo prazo, por meio da identificação e desenvolvimento de competências, como também do reconhecimento e superação de adversidades”.

ORIGEM DO TERMO COACH
A palavra Coach é de origem inglesa, foi utilizada pela primeira vez na Vila de Kócs, na Hungria, em 1400 dC., para designar carruagem de quatro rodas.

O termo tem ligação com o fato de que os alunos nobres das universidades inglesas, do século XVIII, iam para as aulas de Coach (carruagem), conduzidos por um coacher (cocheiro), dai o termo virou gíria universitária norte-americana para designar “tutor particular”, que prepara o aluno para o exame de uma determinada matéria.

UM BREVE HISTÓRICO DO EMPREGO DOS TERMOS COACH E COACHING
Vejamos as principais datas no desenvolvimento histórico do Coaching:
Em 1930 o termo Coach começa a ser utilizado na Oxford University, bem como em universidades inglesas para denominar o tutor de uma pessoa, aquele que “carrega”, ”conduz” e prepara os estudantes para exames.

Em 1931 o termo coaching foi utilizado pela primeira vez no âmbito dos esportes.
Em 1950 o termo Coaching é introduzido na literatura de negócios como uma habilidade de gerenciamento de pessoas.

Em 1980 o conceito de Coaching Executivo é incluído no mundo dos negócios, através de programas de liderança. E é neste momento que o coaching emerge como disciplina acadêmica.
Em 1991 Thomas Leonard se torna um dos principais responsáveis pela propagação do Coach como disciplina e profissão ao redor do mundo, fundando a Coach University.

Em 1992 três grandes nomes, a saber: Laura Whitworth, Karen and Henry Kimsey contribuem  substancialmente para o estabelecimento do Coaching como profissão e fundam o Coaching Training Institute, juntamente com Thomas Leonard.

E por fim, em 2013 o Coaching é uma ds profissões que mais crescem em todo mundo e tem alcançando um número cada vez maior de pessoas, profissionais e empresas.

DEFINIÇÃO DE TERMOS 
Coach
Coach é o profissional devidamente preparado para trabalhar com pessoas, grupos ou empresas tendo em vista a mudança de maneira desejada, indo na direção que se quer.
O Coach é um profissional com formação específica, com uma grade curricular determinada por uma Escola ou Instituição (várias no Brasil) que oferece formação e certificação para atuação em determinadas áreas de atuação.
Qualquer pessoa que tenha segundo grau pode fazer uma formação em Coach, mas só as pessoas que tem Curso Superior podem fazer pós-graduação, ou cursos de extensão, oferecidas por Faculdade no Brasil.

Outra coisa importante de se dizer: o Coach não é psicoterapeuta, nem psicólogo, nem psicanalista, ele pode exercer uma dessas profissões, mas para exercer o Coach, deve passar por uma formação e fazer a diferença na prática do Coaching.

Coaching
Coaching é o processo de desenvolvimento de uma pessoa, grupo, organização ou empresa a mudar da maneira que deseja e ir à direção que se quer.
O Coaching apoia pessoas em todos os níveis para que se tornem quem querem ser e seja o melhor que podem ser.

Coachee
Coachee é o cliente (a pessoa, ou as pessoas (em caso de coaching realizado em equipe, grupo, organização ou empresas).

OS PILARES DO COACHING
O ser humano
Um bom Coach se entende e se especializa em ser humano, bem como no processo de mudanças e desenvolvimento e aumento de performance de seres humanos.

Busca conhecer a mente e a psique, bem como a interação corpo mente os vários tipos psicológicos, tipos de personalidades, estilos pessoais, comportamento, atitude, motivação e outras coisas importantes e necessárias aos seres humanos.

E em especial, o Coach  busca sua própria evolução como ser humano, busca sempre melhorias, novas aprendizagens, novos conhecimentos, automotivação e a autotransformação.

Metodologia
O Coaching tem base em métodos, processos e pensamentos sistêmicos. O Coaching é muito mais efetivo se embasado em modelagem de pessoas de sucesso, modelos e sistemas de excelência. 

Usaremos durante o treinamento modelos de Coaching comprovados na pratica e modelos utilizados internacionalmente.

Técnicas e ferramentas
O Coaching é suportado por técnicas e ferramentas que potencializam os resultados dos clientes de forma efetiva e profissional.

Um bom Coach procura sempre resultado de maneira mais rápida possível, com as tecnologias disponíveis no mercado, desenvolvidas, modeladas e testadas devidamente.

São várias as técnicas e ferramentas usadas no processo de Coaching, essas técnicas e ferramentas são cientificamente comprovadas e apresentam resultados efetivos e práticos, também se usa formulários, roteiros, questionários que em geral geram resultados surpreendentes na vida dos Coaches.

Competências
Para que o Coaching funcione adequadamente, o profissional Coach deve desenvolver um perfil com certas habilidades e competências (planejamento, comunicação, motivação, mudança, visão sistêmica, transformação ética e moral).

Certas características são essenciais para o Coach, como comprometimento, confiança, congruência, generosidade, compaixão e entusiasmo.

O PROCESSO DE COACHING
O Coaching que é processo de desenvolvimento pode ser efetuado em pessoas, pessoas, empresas ou organizações.

O Coaching empregado em pessoas ou pessoas (em caso de grupo) pode ser realizado em 10 ou 12 sessões, que podem durar em torno de 3 a 6 meses.

OS PRINCÍPIOS ABSOLUTOS DO COACHING
Suspender todo tipo de julgamento
O Coach é alguém despido de qualquer forma de julgamento, seja ele qual for, portanto, quando alguém busca um Coach, deve ficar despreocupado, pois nunca será julgado.

Foco no futuro ou no estado desejado
O Coaching é uma abordagem  direcionada para o futuro, ou melhor, o processo de Coaching acontece no tempo presente com foco no futuro em busca de conquista de objetivos que promovam mudanças positivas e duradouras na vida dos clientes.

Aqui se encontra o grande diferencial do Coaching: o foco no estado desejado, onde o cliente esta e naquilo que é necessário fazer e acontecer para ele chegar aonde quer.

Ação, tarefas
O processo, bem como o conhecimento obtido no Coaching inspira a mudança, a prática que leva a uma transformação.

Em outras palavras, o Coaching só é Coaching se tiver ações específicas e constantes, tendo em vista o alcance de objetivos e metas.

Ética e confidencia
O Coaching é uma relação mútua de confiança, comprometimento e parceria.

Os conteúdos abordados na sessão, ou sessões pertencem exclusivamente ao cliente, logo manter sigilo e a confidencialidade é um princípio absoluto para que se tenha sucesso como Coach.

AS BASES DA FORMAÇÃO DO CONTEUDO DAS ESCOLAS E INSTITUTOS DE COACHING NO BRASIL
Os conteúdos como teorias, princípios, técnicas e ferramentas usadas no processo de Coaching vai depender de cada Escola ou Instituto.

Desde quando o movimento, bem como o processo de Coaching começou a criar corpo no Brasil, muitas Escolas e Institutos surgiram, cada uma apresentando modelos, técnicas e ferramentas, as mais diversas possíveis.

Dai a necessidade dos candidatos à formação em Coaching terem o cuidado, pois em qualquer movimento existem aqueles que são mais rígidos e zelam pelo conteúdo e a seriedade do processo, como também existe aqueles que estão pensando apenas em ganhar dinheiro, oferecendo promessas que são verdadeiras ilusões, que causam muitas frustrações.

No geral, o conteúdo visto nas várias escolas de Coaching no Brasil tem como base várias teorias e conceitos encontrados em ciências como: Filosofia, Psicanálise, Psicologia, Sociologia, Teologia, Administração, Organização e Planejamento Estratégico, Recursos Humanos, Filosofia Oriental, Filosofia e Religião Indiana, Filosofia e Religião Hindus, Neurociência, Neurolinguística (PNL), Hipnose e Inteligência Emocional, dentre outras.

Também nota-se uma grande influencia da Psicologia Positiva em algumas Escolas e Institutos, sendo que a aplicação do conteúdo vai variar de Escola para Escola, bem como de Instituto para Instituto.

NICHOS DE MERCADOS
Quando tratamos de nichos, tratamos de área de atuação ou especialização do processo de Coaching que pode ser praticado por pessoas que foram formados e certificados.

Vejamos os mais principais:
Life ou Personal Coach
Trabalha com clientes nas áreas em que eles querem que suas vidas sejam diferentes. Alguns clientes podem ter perdido a motivação, o gosto pela vida, outros apenas sabem que tem um sonho que querem que se torne realidade.

Outros podem ter passado po desafios demais, de saúde e de relacionamento, problemas financeiros, de família e precisam de um Coach independente para ajuda-los a retornarem ao caminho certo.

Carrer Coach
Trabalha com clientes que querem mudar de emprego ou gerenciar suas carreiras.

O Carrer Coaching muda o ponto de vista dos clientes para que deixem de esperar que sejam descobertos e passem a agir de modo mais proativo sobre suas carreiras.

Business Coach
Trabalha com os donos de empresa, empresários, administradores, gerentes, diretores na resolução de problemas relacionados ao trabalho.

O Business Coach no processo de Coaching causa um impacto positivo no sucesso dos negócios da empresa ou organização em geral.

Por exemplo, um diretor uma empresa pode precisar de mais clareza e direção ou encarar desafios específicos em um aspecto das operações.

Não só isso, o Business Coaching  também é valioso para fortalecer o desempenho de equipes.

Executive Coach
Trabalha com líderes e executivos de primeira linha, que muitas vezes estão assumindo um papel maior e precisam de um espaço confiável em que possam expressar as pressões que estão sofrendo, discutir futuras decisões e desenvolver suas abordagens de liderança.

Outros nichos:
Coach de relacionamento;
Coach de relacionamento conjugal;
Coach de emagrecimento;
Coach financeiro;
Coach de tempo;
Coach de planejamento estratégico;
Coach de vendas;
Coach de liderança;
Coach de educação de filhos;
Coach de moda;
Coach de emoções e sentimentos;
Coach de relacionamento familiar;
Coach de concurso;
Coach de recolocação profissional.

QUANDO SE DEVE PROCURAR UM COACH?
Deve-se buscar um Coach quando de tem dificuldade de atingir objetivos e metas, ou quando se te uma dificuldade a ser vencida, sem que a pessoa tenha desenvolvido patologias mentais, como depressão, neuroses, esquizofrenia ou transtornos de personalidade.

Quando a pessoa tem ciência ou consciência do seu estado e queira contribuir e fazer o que deve ser feito para que a coisas aconteçam na sua vida pessoal.

Lembrando que o Coach não faz nada no lugar do Coachee, o Coach vai fazer com que o potencial e as competências do Coachee venham a tona e seja executado pelo mesmo.

CUIDADOS QUE SE DEVE TER QUANDO SE BUSCA UM COACH
Quando se buscar um Coach, deve se ter cuidado, assim como se deve ter em qualquer ramo de atividade profissional, vejamos alguns:

Ter certeza de que o profissional segue em risca os seguintes princípios:
Saber ouvir o cliente sem pré-julgamento;
Nunca aconselhar;
Não prometer resultado que não possa ser atingido;
Sigilo absoluto sobre tudo que acontece na sessão;
Agir com ética e profissionalismo.

Assim diz Sulivan França “Se o coach atender a todos esses requisitos, e se ainda tiver por trás a formação e a recomendação de uma entidade internacional, certamente auxiliará o cliente a ter sucesso em suas metas”. 

Confirmar a formação e certificação do profissional
A formação, bem como a certificação de certa forma indica que o profissional tem preparo e que é apoiado por uma instituição da área, isso por si só não é uma garantia, mas diminui os risco de prejuízos e decepção.

Certificar-se da experiência do profissional na área que ele atua
Somente a formação e a certificação não são suficientes, o profissional deve ter uma experiência de vida, uma bagagem profissional ou um histórico comprovado na área de atuação.

Fazer Coaching com um profissional que tem formação e certificação, mas não tem experiência de vida, ou na área de atuação pode deixar o Coachee na dependência de meras teorias.

Cuidados com os “mágicos” do Coach!

Quem são esses mágicos?
São aqueles que prometem resultados mágicos, que prometem mundo e fundos, como por exemplo, o enriquecimento fácil, uma motivação temporário, fruta de ação mecânica, muito comum no meio do Coaching, com uso de ferramentas que com o tempo se desfaz, não resistido às adversidades reais da vida.

Outras coisas importantes:
Valores de investimento
Não existe processo de Coaching barato, o custo faz parte do processo de desenvolvimento, quem quer pagar pouco por um processo de Coaching acaba pagando caro.

Outra coisa, quanto mais sério, firme e comprometido for o Coach, melhor para o Coachee.
Postar um comentário